segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Priminho Safadinho


Eu tenho 16 anos e o meu primo 10. Ele é um primo quase irmão, por isso tenho muita intimidade com ele, inclusive de vê-lo pelado, encostar no seu pau, e na sua bunda, mas nunca tive malícia. Ele é do tipo bebezão, ainda gosta que a gente dê banho nele, limpe a bunda quando ele caga, etc, e quando principalmente eu to tomando banho, ele gosta de estar dentro do chuveiro comigo, e eu deixo. Quando ele apronta comigo, eu arreio as calças dele e fico dando tapas na bunda dele, quando ele tinha uns 6, 7 anos, ele se incomodava, agora ele leva na brincadeira, e até gosta.

Um dia, eu e ele estávamos sozinhos em casa, e iriamos tomar banho no chuveirão, só que ele esqueceu a sunga e não queria tomar banho de cueca.

-Primo, vai chegar alguém?

-Não, por quê?

-Posso tomar banho pelado?

-Olha, se por acaso chegar alguém vão estranhar você pelado aqui!

O chuveirão era atrás da casa, e tinha uma entrada lateral, mas os muros são altos, então não tem problema em ficar pelado no terreno.

-Mas primo, eu to sem sunga!

-Toma de cueca por enquanto, depois quando eu tiver certeza que ninguém vai chegar, você tira e eu ponho pra secar!

-Tá!

Ele foi, ligou o chuveirão e começou a tomar banho. Depois, o telefone tocou, era a minha mãe avisando que elas já haviam chegado na casa da chefe dela, onde teria uma festa, e mandou eu tomar conta das coisas! Disse que tudo bem, e perguntei se ela não tinha mandado ninguém vir até aqui em casa, ela disse que não, me despedi dela e desliguei o telefone.

Fui lá fora para pegar a cueca dele, e, para a minha surpresa, ele já tinha tirado e jogado em um canto no quintal.

-Eu não pedi pra você esperar, e se tivesse chegado alguém aqui?

-Ih, calma primo! seria uma criança tomando banho pelada num quintal, eu canso de fazer isso na casa do meu amigo, e ele também fica assim, e ele tem sunga!

-Tá bem, mas vê se começa a me escutar heim!

-Ta primo! Eu vou.

-Eu não quero você indo molhado lá pra dentro, pra entrar vai ter que se secar!

Ele botou a mão na cintura e me respondeu:

-Se não o que?

-Você apanha!

-Ah, assim tá bem!

Entrei e fui preparar uma coisa pra gente comer, fiz uma pizza que a gente comprou no mercado mais cedo, lá pras 6 horas da noite, ele tava com fome, eu botei no forno e fui lá fora. Ele estava pegando no pau dele e me mostrando:

-Olha primo, será que vai ficar como o seu?

-Vai sim, você ainda é pequeno, mas você vai crescer, e preto desse jeito vai ficar enorme!

-Oba, vai ficar grande que nem o seu?

-Pode ser ou ainda ficar maior!

Eu saí de perto e fui ver a pizza, e ele ficava pegando no pau dele e agitando, ficava duro, depois ele se distraia e ficava mole de novo. Eu peguei a pizza, cortei, e levei pra fora pra ele comer, ele comeu e entrou correndo, eu dei um berro com ele e ele voltou de cabeça baixa!

-O que eu te falei?

-Eu só ia lá dentro rapidinho, pegar a minha câmera!

-Me pedia que eu trazia!

-Mas primo...

-Sem mais...

Eu peguei ele no colo, sentei e deitei ele no meu colo com a bunda pro alto, peguei o meu chinelo e fiquei batendo naquela bunda lisa. Ele começou a falar pra não bater, mas depois ele segurouna minha perna e ficava com uma cara de prazer, e eu notei um pequeno movimento na minha perna, o pau dele tava ficando duro! na hora eu parei e fui pegar a câmera dele.

-Toma aqui, mas pra que você quer isso?

-Mandar depois uma foto pro meu amigo!

-Pelado?

-Você guarda um segredo

-Guardo!

-A gente toma banho pelado pra ficar se pegando!

-Ah tá, sei, você nem sabe usar o seu pau direito!

-Você não sabe de nada!

-Eu vou lá dentro botar uma sunga, depois vir tomar banho aqui com você!

-Tá! Vai lá!

Eu entrei e troquei de roupa, esperei ele acabar de tirar foto e fui lá!

-Ué primo, toma banho pelado também?

-Não, uma coisa é uma criança, outra coisa é um adolescente!

-Ah, só por que é maior que o meu, e mais peludo?

-Se eu tirar a sunga você cala a boca?

-Calo!

Fui e tirei a sunga. Joguei no console do lado do chuveirão e me molhei, ele começa a pular em mim.

-Me levanta, me levanta, quero tomar banho junto com você!

Peguei ele no colo e ele se molhou no chuveirão, depois eu coloquei ele no chão e sentei em baixo da água, depois de um tempo relaxando, ele me vem e senta no meu colo, e começa a se mexer. lógico, o meu pau ficou duro na hora, mas, eu tirei ele de cima e fui no banheiro, mijei e toquei uma punheta pro meu pau amolecer, aí depois disso, eu saio e vou me secar, desligo o chuveirão e digo:

-Já deu por hoje!

-Mas primo, deixa mais um pouquinho?

-Não, já são 8 horas, já era pra você ter entrado, bora, sai desse sereno!

-Tá bom, mas eu vou tomar um banho lá dentro!

-Depois de mim!

-Posso ir com você?

-Ahh, pode!

Ele foi todo alegre, entrou no box e ligou o chuveiro!

-Vem primo! Tá uma delícia! Essa aqui tá quente!

Eu entrei e ele já me pede pra dar banho nele, eu pego o sabonete e passo nele todo, e passo só um pouquinho virilha, sem nem encostar no pau dele.

-Primo, esqueceu o meu pinto!

-Lava aí!

-Não, você tá me dando banho, tem que limpar tudo!

Limpei o pau dele direitinho, puxei a cabeça, ensaboei e enxaguei. Ele tomou o sabonete da minha mão e pegou no meu pau.

-Agora eu lavo o seu! ué o que é isso branco aqui?

-Nada, me dá esse sabonete aqui!

-Primo, me fala!

-Não! Depois quando você crescer mais um pouco você descobre!

-Ta bem! Mas vai ser como você lá no banheiro lá de fora?

-Como?

-Quando você saiu com o pinto duro, eu olhei pelo buraquinho da fechadura e vi você fazendo assim!

E ele pegou aquele pedaço de pele e começou a punhetar, eu puxei o braço dele pra ele largar e ele soltou, mas o pinto ficou com a cabecinha rosa aberta.

-Não faz mais isso! Você é muito novo pra isso!

-Só quando primo?

-Quando você tiver uns 12 anos!

-Tá! Mas vamos dormir?

-Vamos!

Eu fiquei 3 horas no banho com ele! Nem notava, mas eu já tinha notado uma coisa, ele estava muito saidinho pro meu gosto!

Eu e ele fomos pro meu quarto, eu enrolei ele na minha toalha, por que a dele tava lá fora toda molhada. Eu fui com o meu pau balançando que nem um pêndulo, eu sou avantajado, uns 20 cm, levei ele no colo até o meu quarto e botei ele na cama! Ele ficou em pé na minha cama, falando:

-Primo, me seca!

Eu peguei a minha toalha e sequei ele todinho, depois eu me sequei também e deitei na cama, como tava calor, dormi pelado com um ventilador em cima de mim! Ele me pergunta:

-Posso dormir assim também?

Pra mim é costume, não gosto de dormir com roupa me prendendo.

-Pode, se você gosta!

-Ah, eu sempre durmo assim!

-Mentira, aqui em casa você sempre dormiu de pijama!

-Porque a minha mãe tava perto!

-Ah, safadinho!

Ele jogou uma perna pra cima de mim e deitou no meu braço, não tinha visto malícia dele, só a perna não parar de mexer em cima do meu pau. fiquei exitado, mas..

Enfim, dormi! Mas eu depois de um tempo, sinto uma coisa puxando o meu pau, como eu gostei, botei a mão, quando eu vejo é o meu primo, me usando de chupeta, eu empurrei a cabeça dele pra longe, mas ele veio engatinhando sobre mim!

-Que isso, você tá louco?

-Não, eu tava querendo experimentar isso em você, até agora foi só a do meu amigo, mas ela é piquinininha, e a sua é grande!

-Mas a gente é primo, não pode fazer isso! É feio!

-Primo, eu to com vontade, eu vi que o seu pinto fica duro toda a vez que eu chego perto dele! O do meu colega também é assim!

-Você tá mesmo afim?

-Tô!

-Vai aguentar, por que vai doer!

-Ta bem! Eu aguento!

-Então o priminho aqui vai te ensinar a transar de verdade!

Eu puxei o meu pau e apoiei na minha barriga:

-Lambe ele desde a linha do meu saco até a cabeça.

Ele fez direitinho, e depois chupou, e aquela boquinha pequenina só aguentava menos da metade do meu pau!

-Vem cá! Eu não gosto muito, mas, pra você eu chupo!

Deitei retinho a minha cama e ele se ajoelhou cercando a minha cara, eu botei aquele pinto na minha boca e fiquei chupando até ele ficar duro!

-Ai primo, tá tão bom, mas eu quero o que você tava fazendo naquele vídeo do computador com aquele garoto!

-Vídeo?

-O seu, eu ví!

-Depois a gente conversa! Então vem cá!

Botei ele de quatro, só que mais arriado, pra entrar melhor, foi sem camisinha mesmo, só no cuspe.

-Dessa vez não vai ser tapa na bunda não, essa é por tudo que você me aprontou hoje, vai ter que me deixar usar a sua bundinha. e vai doer mais do que qualquer tapa que eu te dei. não adianta você me mandar parar, não vou, entendeu?

-Entendi!

Eu deitei sobre ele e fui forçando o meu pau naquele cuzinho quase virgem. Ele começou a gritar de dor, eu tapei a boca dele e disse:

-Eu avisei que não iria adiantar nada! eu iria sem trégua

-Mas primo, tá doendo muito?

-Você queria igual o garoto do vídeo,né, ele também pediu pra parar, mas eu gosto de dar ordens.

Dei um berro no ouvido dele:

-NÃO, vai ter que aguentar! Depois põe gelo!

Saí de cima dele e mandei ele chupar o meu dedo, de costas pra mim, ele me obedeceu direitinho, peguei o dedo que ele chupou e meti na bunda dele! Eu notei duas lágrimas descendo o olho dele, eu peguei e enfiei outro dedo, ele deu um grito, mas eu fui e tampei a boca dele.

-Eu to só indo com o dedo, quando eu for com o pau, eu passo um creme fra ficar melhor!

-Tá primo!

Comecei a forçar os dois dedos na bunda dele, ele chorava, mas quando eu parava ele me mandava continuar!

-Agora vai o grosso!

Peguei o meu creme de cabelo e passei naquela bunda, bem no meio, e botei um pouquinho lá dentro só com um dedo!

-Tá pronto?

-Tô!

Fui de uma vez, ele começou a sentir uma dor alucinante, ele berrava e chorava, ajoelhou na cama, e começou a gritar!

-Tá doendo primo, para, para!

-Vai ter que aguentar! você não vai ser um viadinho, você vai tomar muito no cu, e por paus maiores que o meu! Agora cala a boca!

Botei a cueca dele que estava em cima da cama na boca dele. Ele gritava, mas o som tava abafado, foi uma das melhores sensações da minha vida! Aquelas preguinhas sendo arrombadas pelo meu pau, ele gritando, depois gemendo, quando o cu dele se acostumou com o meu pau, ele sentou em cima de mim, e ficou quicando!

-Ah, agora o viadinho tá gostando?

-Tô, tá ficando mais gostoso que o do meu amigo!

Quando eu começei a sentir que iria gozar, falei com ele:

-Sai de cima agora!

-Por que?

-Você vai saber o que era aquela coisa branca que você viu no banho!

Ele saiu de cima de mim e eu comecei a me punhetar.

-Põe o rostinho aqui perto!

Ele obedeceu, eu dei um urro, e jorrei um jato grosso de porra naquela face infantil.

-Vem cá e me beija na boca!

Eu dei um beijo de língua nele, lambi a minha porra do rosto dele e dei outro beijo.

-Ih isso é bom primo, é salgadinho!

-Da próxima vez, eu vou deixar dentro do seu cu, você vai ficar todo melado.

Beijei ele mais e depois fomos dormir, logico que só depois que ele lavou o rosto!
Da próxima vez eu conto mais!! Valeu pessoal!

2 comentários: